213 540 542 | 961 210 734 geral@palavrasditas.pt
Formador
RuiVilhena
Argumentista da TV Globo

Tem sotaque brasileiro, mas, ao contrário do que pensa muito boa gente, é português, nascido em Moçambique em 1961. É argumentista, trabalha na gigante Globo há quatro anos, mas assinou algumas das mais emblemáticas novelas portuguesas da TVI.

Estudou no Brasil, tendo feito o Bacharelato em Comunicação Social no Rio de Janeiro. Na área do guionismo estudou na Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), onde terminou o Programa de Escritores (1991-1993) e no El Camino College, também em Los Angeles, (1993-1994), onde frequentou o curso de produção para TV e Cinema.

Na área da ficção para televisão, o autor Rui Vilhena escreveu as telenovelas Sedução (2010), Olhos nos Olhos (2008), Tempo de Viver (2006), Ninguém como Tu (2005), para a TVI, e Terra Mãe (1998) para a RTP, as sitcoms O Café da Esquina (2000) e Reformado e Mal Pago (1996), ambas para a RTP, e a série Bastidores (2001) para o mesmo canal.  Ainda na área da ficção televisiva, foi o responsável pela adaptação do romance Equador (2008), da minissérie 37 (2009) e vários telefilmes, para a TVI (entre eles Noivas de Maio, O Pacto e Intriga Fatal). Supervisionou o primeiro remake da história da televisão portuguesa, “Vila Faia” (2008).

Na área do entretenimento, o autor escreveu vários programas, entre os quais O Último Natal (I e II), para a SICO Sótão do Pedro, para a TVI e o Clube Disney para a RTP. Rui Vilhena assinou também a história jogo do site O Rapto das Riscas. Na área do teatro, escreveu o musical infantil A Canção dos Oceanos, A Última História a ser Contada, e a peça Cães de Guarda. Na literatura o seu primeiro livro, “Doces Tormentas”, está sendo adaptado para o cinema pelo próprio. Como formador, já ministrou vários workshops em Portugal e no Brasil, e ensinou a disciplina de “Roteiro” na ARTE 6 em Lisboa.

Em 2006 exerceu as funções de director criativo da empresa de guionismo Scriptmakers.

Contratado pela TV Globo em 2010, colaborou com o autor Aguinaldo Silva na novela Fina Estampa e estreou a sua novela a solo, Boogie Oogie, em 2015. Foi premiado como autor pelo Portuguese Brazilian Awards, no Lincoln Center em Nova Iorque, pelo sucesso de Boogie Oogie nas comunidades brasileira e portuguesa nos Estados Unidos.

Cursos de RuiVilhena